Resumo Desfiles SPFW Dia 5 1

O último dia de desfiles do São Paulo Fashion Week começou com Reinaldo Lourenço no Teatro FAAP, por volta de meio dia o show teve início, inspirado nos jardins londrinos durante o verão teve como referências a casa Liberty e Kew Gardens. O palco transformou-se em uma passarela diferente com separadores nas cores vermelho, azul e branco os quais as modelos fizeram uma entrada bem diferente: ficavam paradas em frente à esses separadores em movimentos muito sincronizados, um show para os olhos!

Com uma coleção excêntrica graças ao street style inglês, as estampas são do acervo direto da Liberty London, há florais médios e grandes – bem estilizados, muitas vezes combinam com os calçados e mochilas assim como as aplicações de flores 3D na lapela e barra dos vestidos. Os trench coats são desconstruídos, quase todas as peças são geladas e revelam bralets e bodies estampados usados por baixo das roupas em parceria com a Intimissi. A beleza do desfile contou com lábios em tons de rosa e nude para complementar os makes que muitas vezes combinavam com os cabelos tingidos com mechas rosas de algumas modelos – os fios misturavam-se com as estampas criando um visual super bonito!

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 2

Intitulado “Eat my Melissa” (Coma Minha Melissa), a marca desfilou no calendário off-shows do SPFW mostrando sua coleção de sandálias multicoloridas. O delicioso nome da coleção remete ao cheiro de tutti-frutti que todas as melissas têm quando novas e às sensações que esse cheiro desperta nas consumidoras! Com três moods diferentes, o desfile é muito visual – sorvetes derretidos, embalagens metalizadas de doces e ícones das lanchonetes dos anos 50, a maioria das roupas é feita em látex e são tão bonitas que chamam mais atenção que os calçados assinados por Karl Lagerfeld, Jason Wu, J. Maskrey e Vivienne Westwood.

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 4

A Ellus, marca famosa por seu jeans e t-shirts incríveis para homens e vestidos com bom caimento para mulheres, teve como galã nas passarelas o ator global, Cauã Reymond. Ele causou frisson desde o backstage até suas três entradas na passarela que contou até mesmo com banda de escola de samba para animar como trilha sonora! Os detalhes você confere no post exclusivo sobre o desfile logo mais!

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 3

A estréia de Wagner Kallieno no SPFW foi inspirada no sol do Nordeste, principalmente em sua terra natal – Rio Grande do Norte – para criar looks leves e sensuais par ao verão 2015. O bordado seridoense, típico de Caicó (RN) foi recorrente na maioria das peças como uma homenagem à cidade, porém, com  shapes sofisticados que unem tradição e vanguarda. Os bordados 3D em formas de flores são belíssimos e dão o tom de elegância da coleção em vestidos de comprimentos midi e longo.

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 5

Logo depois a Amapô  desfilou seu luau havaiano de modo único, assim que as luzes se apagaram para dar início ao show começa a trilha sonora mais inusitada de todas, um pout-pourri da banda “É O Tchan!” famosa nos anos 90! Imagina só a cara da platéia: à princípio todos deram risada e ficaram contidos, mas no final do desfile até mesmo Costanza Pascolato e Lula Rodrigues estavam cantando “rala o tchan” juntos! Com uma pitada kitsch, a coleção contou com muitas estampas tradicionais da Bahia e tecidos tecnológicos como o neoprene tanto para homens quanto mulheres, foi um show para os olhos de tantos detalhes, mas nada muito usável.

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 6

Outro estilista que teve a indumentária inglesa como inspiração foi Alexandre Herchcovitch para sua coleção masculina, que trouxe kilts para as passarelas por cima de calças e bermudas de alfaiataria. Porém, apenas a modelagem foi aplicada às peças, que muitaz vezes eram pretas, brancas ou em cores primárias. O styling ficou por conta do modo de se vestir dos integrantes da Shembe Church – uma religião que mistura Zulu com Cristianismo. Com passadas rápidas, os tassels dos mocassins não paravam de balançar, assim como o movimento das saias e carão dos modelos negros (sim, somente negros!), uma coleção para refletir na questão dos gêneros e da estética.

Resumo Desfiles SPFW Dia 5 8

Com vestidos esvoaçantes, o estilista Samuel Cirnansck encerrou a edição de verão do SPFW. Os longos foram inovadores para Samuel, que sempre exagera nos bordados, dessa vez estavam lisos, feitos em poliamida em cores intensas como azul, amarelo e pink. Outro tecido muito usado foi o neoprene como cintos sob os vestidos de festa bordados, até mesmo suas noivas foram inovadoras: a proposta do macacão além do tradicional vestido de noiva cheio de volumes causou frisson.

E com muito glamour terminou o São Paulo Fashion Week – foi corrido, cansativo, mas muito bonito e cheio de informação de moda! Fiquem ligados que ainda falta um monte de posts com tendências, dicas de maquiagem e vídeos!

Qual desfile te encantou?

Fotos: Fashion Frisson/FFW
Gostou do post? Compartilhe:
Facebook