Amapô, famosa por seus desfiles extravagantes fez bonito no SPFW! Trouxe muita diversão para seus convidados com inspirações bem atuais!
 
Meninos tipicamente nerds, com casacos e camisas desconstruídas, calças bicolores e cabelos bagunçados ao lado das meninas dos seus sonhos, igualmente malucas! Gostei bastante dessa alucinação adolescente, a coleção foi coesa e cheia de conceitos!


Olhares cheios de desejo nos modelos masculinos, porém, inocentes…já as mulheres são princesas com ar de superioridade por trás dos óculos de grau. Os cabelos são bem bagunçados, tranças enroladas nos próprios pescoços mostram a confusão em suas mentes. O make tem olhos bem marcados, batons de tons variados: do nude ao tom de ameixa!

A coleção é marcada pelos seus detalhes divertidos: botas cheias de brilhos, sapatos com animal print, tutus por baixo das saias, laços enormes, bolsas em forma de morangos e muita sobreposição! Ótimo styling!

Neoninvade a passarela com um frescor que somente ela tem! Comandada pelo fofo Dudu Bertholini (que já tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, há anos!) e Rita Comparato, traz uma moda para todos os sentidos!
Seus looks são inspirados na boemia subversiva e no surrealismo de Salvador Dalí, portanto, as mãos pintadas em toda parte do corpo, mãos extras que saem das mangas, objetos que se personificam tornam-se elementos comuns!
Os vestidos têm um forte apelo sexual por conta das cores preto e vermelho, com detalhes de boquinhas ou mini com estampa de coração estrategicamente posicionada, mostram que pertencem a mulheres fortes, glamurosas e donas de si!
O desfile ficou marcado pela famosa “pose do Dudu Bertholini” e com tanta criatividade, Mayana Moura, famosa que desfilou pela marca, não precisou de nenhum esforço para cativar, os looks incríveis chamaram atenções por si sós.
Amapô princess-geek ou Neon surrealista?
Gostou do post? Compartilhe:
Facebook