Terceiro dia de couture e um dos desfiles mais comentados foi o Armani Privé, que abusou dos tons de azul, cobalto e preto. O início foi minimalista, peças largas e sem muito movimento, porém, os vestidos seguintes mostraram o poder da maison. Com muitos brilhos, uma mistura de tecidos fluidos com encorpados formam shapes diferenciados.
As modelos usaram véus com pedrarias cobrindo os rostos, fascinators e make bem esfumado com olhos marcados e iluminador. Clutches imponentes e braceletes de tamanhos grandes também ornamentaram a coleção.
Já o desfile da Chanel, não tem como deixar de comentar, afinal, é o mais aguardado de todas as temporadas! Porém, acho que Karl Lagerfeld errou a mão dessa vez, não achei a coleção coesa e os únicos looks que achei dignos foram os famosos conjuntinhos de tweed. Entre as peças, vestidos em cetim com acabamento ruim, metalizados exóticos, flores de pano…para mim, a Chanel já teve coleções melhores além desse “new vintage“!
Mas enfim, vou elogiar o que se deve: como sempre, o make da maison estava impecável! O contorno dos olhos marcados em tons de cinza, delineador preto e sombra bem esfumada no centro da pálpebra. Sombrancelhas bem marcadas e pele de boneca com muito iluminador e blush nas têmporas, achei lindo! os cabelos, presos nas redinhas que estão em vários desfiles de couture nesta temporada!
No quesito couture: Armani ou Chanel?
Gostou do post? Compartilhe:
Facebook