Montblanc traz ao Brasil o Oscar da Cultura 2
O Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage, instituído pela Fundação Cultural Montblanc para homenagear os patronos das artes atuais e seus projetos culturais, chega finalmente ao Brasil. Considerado o Oscar da Cultura, já premiou grandes nomes como Príncipe Charles, Rainha Sofia e Yoko Ono com projetos que promovem a arte e a cultura de alcance social. O vencedor de cada país é escolhido por meio de uma lista tríplice, submetida a um júri internacional, formado por três especialistas em arte de cada país participante.Montblanc traz ao Brasil o Oscar da Cultura 1

Cada país pode indicar até três projetos, o vencedor é escolhido por meio de um júri internacional composto por especialistas de diversas áreas. O ganhador recebe um troféu com a última edição do instrumento de escrita Montblanc Patrono das Artes e um cheque no valor de 15 mil Euros, quantia que deve ser obrigatoriamente revertida em um projeto cultural à sua escolha. A caneta deste ano presta homenagem à Peggy Gugguenheim  uma das colecionadoras e expositoras de arte mais influentes do século 20.

Montblanc traz ao Brasil o Oscar da Cultura 3

Os projetos indicados pelo Brasil foram Fundação Filarmônica Bachiana, do maestro João Carlos Martins.

Montblanc traz ao Brasil o Oscar da Cultura 5O projeto Cine Mambembe, de Laís Bodanzky & Luís Bolognesi.

Montblanc traz ao Brasil o Oscar da Cultura 4E o Projeto Inhotim, de Bernardo Paz.

O Embaixador da Montblanc no Brasil, Rodrigo Santoro, a educadora Patrícia Rousseaux e o diretor do Teatro São Pedro, Paulo Esper, fizeram parte do júri internacional. O projeto vencedor no Brasil será conhecido na noite de 7 de junho, durante a cerimônia de premiação, no Teatro Renaissance, São Paulo.

Muito orgulho do Brasil!

Fotos: Reprodução

 

Gostou do post? Compartilhe:
Facebook