Logomania Moda Tendência 2

Desde o final dos anos 1990, o uso dos logotipos em peças de roupa foram considerados fora de moda, símbolo máximo da ostentação descabida – o que era abominado com o minimalismo vigente na década. Também vale comentar sobre a batalha anti-capitalista que rolava no mundo inteiro nessa época. De alguns anos para cá, a logomania tem ensaiado sua volta!

Não estamos falando dos logotipos pequenos de marca como em camisas pólo da Lacoste ou tênis com símbolo da Nike, mas sim de camisetas inteiras com estampa corrida do símbolo de uma marca específica como Louis Vuitton. A febre começou com os moletons da Kenzo e camisetas Opening Ceremony, seguido pela eterna Moschino que vira e mexe coloca seu logotipo para jogo nas passarelas, principalmente em sua última coleção à la fast food.

Logomania Moda Tendência 1

Uma das hipóteses para que essa mania tenha voltado com tudo é contra a massificação das fast-fashion, que em pouco tempo copiam tudo das passarelas internacionais e vendem antes mesmo da marca! Afinal, logotipo não se pode copiar! Claro que sempre rola as versões inspired como a camiseta Cèline virou Fèline para o grupo contra-cultura, que prefere ironizar uma marca ao vestir claramente seu nome.

Há espaço para todo mundo no street style, e se antes essa ostentação era brega, hoje em dia está liberada em todas as partes do mundo, viu?! Até o Style.com e a incrível Leandra Medine do The Man Repeller lançaram um vídeo super legal de como usar a Logomania! Dá o play no vídeo 6 da playlist!

Vocês curtem Logomania?

Fotos/Vídeos: Reprodução
Gostou do post? Compartilhe:
Facebook