A estética barroca invadiu as passarelas européias como tendência para o inverno 2012/2013, confirmando a onda maximalista que já impera por boas estações! O período Barroco é proveniente do século XVII, surgiu na Itália e, posteriormente, espalhou-se por toda a Europa por mostrar uma combinação de poder e autoridade por meio do luxo e requinte.
Com muitos detalhes e contraste de cores, o barroco surge em diferentes propostas: Dolce & Gabbana usou a época quase que literal, abusou dos bordados, brocados e adamascados, tecidos pesados em contraste com as leves rendas e transparências. O uso do preto com pedrarias douradas remete ao luxo e à riqueza da época e as rendas bem trabalhadas mostram a feminilidade. 
A era dos excessos está de volta: pinturas do período foram estampadas em vestidos e bolsas, mínimos detalhes são o que dão charme às roupas! Rendas em 3D muitissímo trabalhadas e diferentes levam bordados delicados e compedrarias, porém, enormes! A beleza é quase virginal: peles de boneca com olhos levemente esfumados, coques baixos bem puxados para trás adornados com tiaras incríveis.
A tendência vem dominando as araras, porém, como utilizar tantas referências no nosso dia a dia? A Balmain fez uma releitura bem interessante e urbana do século XVII: apostou em suéteres bem bordados que podem ser usados com camisas e calças de alfaiataria, vestidos brocados e com aplicações de pedrarias, que poderiam facilmente serem usados em uma festa ou balada!
Também apostou nos conjuntinhos, outra tendência para o inverno, tecidos nobres como o veludo para vestidos com comprimentos ideaia para trabalhar! E o toque maximalista pode ficar por conta de cintos belissímos cheios de pedrarias e metais dourados com bordados de igual valia!
Já sabem como apostar no Barroco?
Gostou do post? Compartilhe:
Facebook